Varejo: 4 desafios do RH e como superá-los

No momento você está vendo Varejo: 4 desafios do RH e como superá-los

Embora o varejo seja um dos setores que mais gera empregos, a gestão de pessoas continua sendo um desafio para grande parte dos profissionais de RH que atuam nessas empresas.

Para sermos mais exatos, um levantamento feito pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), lá em 2018, já apontava que mais de 70% dos varejistas enfrentavam dificuldades na hora de gerir talentos

Apesar de alguns anos terem se passado desde então, alguns pontos seguem gerando preocupação. Entre eles, estão a alta rotatividade de pessoal, a capacitação da mão de obra e a gestão de talentos para suprirem o aumento de demandas sazonais.

Ao longo deste conteúdo, falaremos mais sobre os desafios enfrentados nesta frente e traremos dicas de como superá-los. Se você trabalha na área de RH em uma empresa varejista, não deixe de conferir o artigo até o final! 

A importância da gestão de pessoas no varejo

Como você deve saber, a sobrevivência das varejistas depende, em grande parte, da satisfação do consumidor. Por isso, as empresas do segmento têm investido cada vez mais em soluções tecnológicas capazes de melhorar a experiência do cliente.

Porém, é preciso lembrar-se do seguinte: mesmo com a transformação digital sendo imprescindível para aqueles que desejam se manter competitivos no mercado atual, o contato humano ainda continua sendo o principal pilar dentro do varejo. 

Isso significa que, para gerar encantamento junto ao consumidor, é essencial contar com uma equipe de colaboradores prestativa, engajada e qualificada. Daí que entra, então, a importância de uma boa gestão de pessoas.

BAIXE AGORA: Guia Rápido sobre Candidate Experience.

Em meio a esse contexto marcado pelo avanço tecnológico, criação de novos processos e até mesmo de novas funções, a grande missão do RH é preparar os funcionários para lidarem com essas mudanças e mantê-los engajados em torno de um objetivo maior: o de oferecer um atendimento diferenciado.

Mas, obviamente, essa está longe de ser uma tarefa fácil. A partir de agora, vamos falar um pouco mais sobre as dificuldades enfrentadas ao longo desta jornada.

Principais desafios do RH

Como dissemos no começo, gerenciar pessoas no varejo é algo complexo. Afinal, são muitos os pontos que merecem atenção do RH e líderes de equipes para que tudo saia conforme o esperado.

Veja, abaixo, alguns dos desafios mais comuns nesta frente:

  1. Retenção de talentos

Assim como acontece em outros setores da economia, a alta rotatividade de profissionais no varejo também é um problema frequente. E o grande X da questão é que há muitos motivos por trás dele, como:

  • Conflitos com o líder direto;
  • Clima organizacional negativo;
  • Remuneração pouco atrativa ou incompatível com o mercado;
  • Jornadas de trabalho que impactam no equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • Ausência de uma cultura de feedback, que incentive o desenvolvimento;
  • Falta de reconhecimento. 

Seja qual for o caso, o fato é que a baixa retenção de talentos compromete o funcionamento das varejistas em muitas esferas. 

Além de gerar um gap no atendimento ao cliente e deixar uma marca na reputação da empresa enquanto empregadora, processos de recrutamento, rescisão e treinamento de novos colaboradores custam caro. 

  1. Sobrecarga do RH

O RH, por natureza, é uma área que cuida de muitos processos ao mesmo tempo. Por isso, é comum que os profissionais que atuam neste departamento se sintam sobrecarregados.

O problema se torna ainda mais grave quando a equipe é enxuta, os processos são feitos de forma estritamente manual e o número de colaboradores para gerenciar é alto. 

Para piorar, quando o RH perde muito tempo em atividades burocráticas, seu papel estratégico fica em segundo plano. 

  1. Qualificação da mão de obra

Como dissemos no início, o desempenho dos colaboradores do varejo tem um impacto direto na experiência do consumidor. Por isso, é muito importante que todos estejam por dentro dos processos internos e recebam apoio para se aprimorarem continuamente.

Quando o varejista investe em treinamento e outras ações de qualificação, não é apenas o cliente que se beneficia. Essa é uma estratégia que também contribui com a retenção de talentos, já que demonstra a preocupação da empresa para com o desenvolvimento do time. 

Um dos desafios que o RH enfrenta nesta frente é entender quais habilidades e técnicas priorizar na hora de criar estratégias de aprendizado contínuo. 

  1. Gestão de talentos em datas comemorativas 

Quem trabalha há algum tempo no varejo sabe que, em algumas épocas do ano, a demanda aumenta de maneira significativa. Esse é o caso, por exemplo, de datas como Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e Black Friday. 

Nessas ocasiões, uma das principais dúvidas que pairam sobre o RH é a seguinte: qual é o melhor caminho para atender a alta sazonal de clientes sem perder a qualidade de atendimento?

Abaixo, traremos a resposta para essa pergunta.

Como superar os desafios da gestão de pessoas no varejo?

Agora que você já está por dentro dos principais desafios que o RH varejista enfrenta, separamos algumas dicas que podem ajudá-lo a superar cada um dos problemas mencionados.

Dê só uma olhada:

  1. Investir em ações de engajamento

A alta taxa de rotatividade de pessoas é um indicativo claro da falta de engajamento. Por isso, é tão importante que o RH e gestores de pessoas estejam atentos a esse aspecto.

Aqui, vale dizer que há muitas estratégias que podem ser realizadas para melhorar o engajamento dos colaboradores. Entre elas, podemos citar a adoção de práticas que:

  • Promovam o bem-estar;
  • Incentivam a diversidade e a inclusão;
  • Reconheçam os esforços do time;
  • Capacite as lideranças.

A melhor forma de ser assertivo nesta frente é entendendo quais os principais problemas da empresa. Para isso, recomendamos a realização de uma pesquisa de satisfação interna! 

  1. Usar a tecnologia para automatizar processos

Lembra quando dissemos que lidar com a sobrecarga de tarefas é um desafio para o RH? Bom, uma das formas de amenizar esse problema é investindo em inovação! 

Graças à transformação digital, hoje é possível contar com a ajuda de ferramentas que automatizam muitas das atividades que antes só podiam ser feitas de forma manual.

Além disso, podemos citar também as Consultorias de Recursos Humanos, que oferecem serviços e consultores especializados, como parceiros estratégicos para a gestão de projetos do segmento.

  1. Realizar avaliações de desempenho

Se entender quais ações de treinamento priorizar é um desafio enfrentado na sua empresa atualmente, as avaliações de desempenho podem ajudar. 

Um dos grandes objetivos desta estratégia é justamente mapear os gaps de habilidades de cada colaborador e, assim, permitir a elaboração de planos de desenvolvimento mais assertivos. 

Geralmente, essa é uma ferramenta que caminha lado a lado com a cultura do feedback, já que depois da avaliação costuma acontecer um bate-papo entre o colaborador e o seu líder direto.

  1. Apostar na contratação de temporários

A contratação de profissionais temporários é, hoje, uma das melhores soluções quando se trata de atender altas sazonais: quando feito da maneira certa, eles ajudam a garantir a qualidade do atendimento ao cliente, sem comprometer o desempenho futuro do lojista.

Para as empresas que optam por adotar esse modelo, o primeiro passo é buscar um parceiro especializado na contratação de temporários. Afinal, esse é um tipo de contrato que não pode ser feito de forma direta.

Quer entender melhor como esse serviço funciona e como não errar na escolha de um parceiro? Então convidamos você a conferir nosso artigo sobre a contratação de profissionais temporários para a Black Friday!

Para continuar por dentro das principais tendências do RH, inscreva-se em nossa newsletter!

Deixe um comentário